Casa Região Africano assassinado em bar será sepultado em Uberlândia

Africano assassinado em bar será sepultado em Uberlândia

por Editor
3 visualizações
africano-assassinado-em-bar-sera-sepultado-em-uberlandia


Mecânico estava no Brasil há quase sete anos e foi morto a tiros no fim de junho. Mãe da vítima está na cidade para velório e enterro. O mecânico da República Democrática do Congo, Jacques Onza, que morava no Brasil há cerca de sete anos e foi assassinado no mês passado, será velado e sepultado em Uberlândia. O corpo foi embalsamado e está no Instituto Médico Legal (IML) desde o dia 29 de junho.
Jacques trabalhava como mecânico em Uberlândia e foi executado no dia 29 de junho
Reprodução/Facebook
A demora nos trâmites funerários ocorreu para aguardar a vinda da mãe de Onza, de 46 anos, que dependia de visto para viajar. Ela chegou ao Brasil nesta terça-feira (10). Em virtude da burocracia e alto custo para o traslado até a África, os familiares optaram por fazer o enterro em Uberlândia, onde Jacques morava com a noiva.
O velório está agendado para esta quarta-feira (11) às 17h, na Funerária Ângelo Cunha, no Centro. O sepultamento está previsto para as 10h de quinta-feira (12) no Cemitério Campo do Bom Pastor.
Os amigos realizam uma campanha para arrecadar dinheiro para custear as passagens da mãe de Jacques e as despesas do serviço funerário.
Motivação e autoria desconhecidas
Jacques Onza Wilinoe ingressou na Faculdade de Engenharia Mecatrônica da Universidade Federal de Uberlândia (UFU) em 2012 por meio de intercâmbio. Trabalhava desde então na cidade e foi morto com três tiros quando estava em um bar, no Bairro Santa Mônica, com os amigos e a noiva. Além da companheira, ela deixou uma filha de dez anos no país de origem.
A autoria e motivação do crime ainda são desconhecidas. Amigos e familiares descartam que a execução tenha sido motivada por acerto de contas e acreditam que o atirador tenha confundido o alvo.
O inquérito foi instaurado pela Polícia Civil, que não repassa informações sobre as linhas de investigação para não atrapalhar nos trabalhos. A noiva do congolês, Fabiana Almeida, disse ao G1 que chegou a ir até a delegacia com a esperança de obter alguma resposta, porém sem sucesso.
Acompanhe o caso:
Em Uberlândia, homem é baleado em bar e morre
Após morte de africano em bar, polícia instaura inquérito para investigar homicídio
Noiva de africano morto em bar em MG não acredita em acerto de contas
Africano assassinado em bar de Uberlândia deixou carta com reflexão: ‘Por que tanta matança?’
Campanha é lançada na internet para custear velório e viagem da mãe de africano morto em Uberlândia

você pode gostar

SAIBA QUEM SOMOS

Somos um dos maiores portais de noticias de toda nossa região, estamos focados em levar as melhores noticias até você, para que fique sempre atualizado com os acontecimentos do momento.

CONTATOS

noticias recentes

as mais lidas

Jornal de Minas © Todos direitos reservados à Tv Betim Ltda®