Início » Tortura em clínica de Cotia: Polícia investiga possível morte por coquetel de medicamentos | CNN Brasil

Tortura em clínica de Cotia: Polícia investiga possível morte por coquetel de medicamentos | CNN Brasil

por marcosguedes
15 visualizações
tortura-em-clinica-de-cotia:-policia-investiga-possivel-morte-por-coquetel-de-medicamentos-|-cnn-brasil

A morte de Jarmo Celestino de Santana, de 55 anos, em uma clínica de reabilitação para dependentes químicos em Cotia, na Grande São Paulo, segue sob investigação da polícia civil, que considera a possibilidade de abuso de medicamentos como causa do óbito.

Documentos obtidos pela CNN revelam que Jarmo pode ter sido exposto a um abuso de medicamentos usados para tratar crises de ansiedade e quadros psiquiátricos agudos, além de ter sofrido agressões.

Um relatório anexado ao processo mostra uma conversa entre o monitor Matheus De Camargo Pinto, de 24 anos, e um perfil identificado como “Danny vovó criminosa”, na qual Matheus enviou uma foto de medicamentos em um copo com a mensagem: “Pega esse danoninho”.

Em depoimento, Matheus confirmou que “danoninho” é um termo usado na clínica para uma mistura de medicamentos destinada a “acalmar” internos com comportamentos agressivos.

Medicamentos que teriam sido dados à vítima que morreu em clínica / Reprodução

Cena do crime e evidências

Durante a busca na clínica, os policiais encontraram um ambiente aparentemente arrumado após o ocorrido. No entanto, em uma sala fechada, localizaram o mesmo recipiente mostrado na foto, embora vazio, além de diversas cartelas de medicamentos semelhantes aos da imagem. Todo o material foi apreendido para análise.

Policiais encontram recipiente vazio / Reprodução

Fontes ligadas à investigação afirmam que Jarmo foi torturado durante todo o final de semana. Um laudo necroscópico está sendo aguardado para determinar a causa exata da morte. Além disso, um exame toxicológico foi solicitado para verificar a presença e a quantidade de medicamentos no sangue da vítima.

FOTOS – Veja imagens da clínica

  • 1 de 11

    Comunidade Terapêutica Efatá, em Cotia, na Grande São Paulo, foi intertidata após caso de tortura.

    Crédito: Reprodução

  • 2 de 11

    Comunidade Terapêutica Efatá, em Cotia, na Grande São Paulo, foi intertidata após caso de tortura.

    Crédito: Reprodução

  • 3 de 11

    Comunidade Terapêutica Efatá, em Cotia, na Grande São Paulo, foi intertidata após caso de tortura.

    Crédito: Reprodução

  • 4 de 11

    Comunidade Terapêutica Efatá, em Cotia, na Grande São Paulo, foi intertidata após caso de tortura.

    Crédito: Reprodução

  • 5 de 11

    Comunidade Terapêutica Efatá, em Cotia, na Grande São Paulo, foi intertidata após caso de tortura.

    Crédito: Reprodução

  • 6 de 11

    Comunidade Terapêutica Efatá, em Cotia, na Grande São Paulo, foi intertidata após caso de tortura.

    Crédito: Reprodução

  • 7 de 11

    Comunidade Terapêutica Efatá, em Cotia, na Grande São Paulo, foi intertidata após caso de tortura.

    Crédito: Reprodução

  • 8 de 11

    Comunidade Terapêutica Efatá, em Cotia, na Grande São Paulo, foi intertidata após caso de tortura.

    Crédito: Reprodução

  • 9 de 11

    Comunidade Terapêutica Efatá, em Cotia, na Grande São Paulo, foi intertidata após caso de tortura.

    Crédito: Reprodução

  • 10 de 11

    Comunidade Terapêutica Efatá, em Cotia, na Grande São Paulo, foi intertidata após caso de tortura.

    Crédito: Reprodução

  • 11 de 11

    Comunidade Terapêutica Efatá, em Cotia, na Grande São Paulo, foi intertidata após caso de tortura.

    Crédito: Reprodução

você pode gostar

SAIBA QUEM SOMOS

Somos um dos maiores portais de noticias de toda nossa região, estamos focados em levar as melhores noticias até você, para que fique sempre atualizado com os acontecimentos do momento.

CONTATOS

noticias recentes

as mais lidas

Jornal de Minas © Todos direitos reservados à Tv Betim Ltda®