Home Região Seripa retoma captação de dados para investigar queda de avião que deixou 7 mortos em MG

Seripa retoma captação de dados para investigar queda de avião que deixou 7 mortos em MG

por admin
0 Comente
seripa-retoma-captacao-de-dados-para-investigar-queda-de-aviao-que-deixou-7-mortos-em-mg


As buscas devem acontecer onde o avião caiu e nos locais onde há também peças da aeronave, distribuídas em um raio de 1 km. Esta terça (30) deve ser o último dia de captação. Os investigadores do Serviço Regional de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Seripa III) retomaram nesta terça-feira (30) a captação de dados para investigação da queda de avião que deixou sete pessoas mortas em Itapeva (MG). Este deve ser o último dia de trabalhos no local.
📲 Participe do canal do g1 Sul de Minas no WhatsApp
As buscas devem acontecer onde o avião caiu no domingo (28) e nos locais onde há também peças da aeronave, distribuídas em um raio de 1 km. Equipes de empresas terceirizadas da prefeitura estão auxiliando nos trabalhos.
Seripa retoma captação de dados para investigar queda de avião que deixou 7 mortos em Itapeva, MG
Milton Guimarães/EPTV
Segundo os técnicos do Seripa, as investigações serão divididas em três etapas: a primeira é a coleta de material. Depois, todo o material vai para análise. A terceira etapa são os resultados e as conclusões, com elaboração do resultado do relatório que vai identificar as causas desse acidente.
A médica-legista que esteve no local para remoção dos corpos informou que aeronave se partiu em três fragmentos maiores e outros menores. Os destroços foram encontrados em um raio de 1 km de distância, segundo os Bombeiros.
A Polícia Civil informou que apura as causas do acidente juntamente com o Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Cenipa). Não há previsão para conclusão das investigações.
Seripa retoma captação de dados para investigar queda de avião que deixou 7 mortos em Itapeva, MG
Milton Guimarães/EPTV
LEIA TAMBÉM
Avião cai e deixa 7 mortos na zona rural de Itapeva, MG
Avião que caiu no sul de MG e deixou 7 mortos saiu de aeroporto em Campinas; vídeo mostra decolagem
‘Estão chocados’: dona de casa relata reação de marido e filhos que tentaram ajudar vítimas de queda de avião em MG
O acidente
Destroços de avião que caiu e deixou 7 mortos em Itapeva, MG
João Daniel Alves/EPTV
O avião saiu do Aeroporto dos Amarais, em Campinas (SP), às 10h09, com destino a Belo Horizonte (MG). Um sócio dos empresários explicou que as famílias estavam em Campinas, na semana passada, para uma premiação. Antes de voltarem a Belo Horizonte, decidiram passar o fim de semana na chácara de um amigo, em Itu (SP).
A aeronave, modelo Piper PA46, chegou ao Campo dos Amarais na sexta-feira (26), às 12h48, e permaneceu em hangar particular.
VEJA TAMBÉM
Destroços espalhados por 1 km, chuva e volta de chácara: o que se sabe sobre queda de avião em MG
VÍDEO mostra destroços de avião caindo em MG; sete pessoas morreram
Avião cai em Itapeva, MG
Redes sociais
Conforme dados da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), a aeronave de matrícula PS-MTG foi fabricada em 1996 pela Piper Aircraft, é registrada como uma aeronave de serviço aéreo privado e não possui permissão para realizar táxi aéreo. Ela estava com situação normal para aeronavegabilidade.
O avião caiu por volta de 10h36 deste domingo (28) no Bairro Monjolinho, na zona rural de Itapeva (MG). Moradores informaram que choveu forte na manhã deste domingo em Itapeva.
Aeronave de pequeno porte caiu em Itapeva (MG)
Arte
De acordo com o Corpo de Bombeiros, antes da queda, a aeronave se desintegrou no ar. A médica-legista que esteve no local para remoção dos corpos informou que aeronave se partiu em três fragmentos maiores e outros menores. Os destroços foram encontrados em um raio de 1 km de distância, segundo os Bombeiros.
Até o momento não há informações precisas sobre as circunstâncias do acidente. O Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Cenipa) foi acionado e vai conduzir os trabalhos.
As vítimas
Destroços do avião que caiu na rural de Itapeva, MG
Redes sociais
Sete pessoas estavam na aeronave, sendo cinco passageiros e dois tripulantes. Todos morreram.
As vítimas são:
Marcílio Franco da Silveira, 42 anos: Empresário e marido de Raquel. Marcílio era o fundador da Credfranco e Presidente da Anec. Marcílio será velado e sepultado em Belo Horizonte junto com a esposa e o filho.
Raquel Souza Neves Silveira, 40 anos: Esposa de Marcílio. Raquel será velada e sepultada em Belo Horizonte junto com o marido e o filho.
Antônio Neves Silveira, 2 anos: Filho de Raquel e Marcilio. Antônio será velado e sepultado em Belo Horizonte junto com os pais.
André Rodrigues do Amaral, 40 anos: Empresário. André era Conselheiro Administrativo da ANEC e sócio de Marcílio na Credfranco. André vai ser velado e sepultado em Carmópolis de Minas (MG), cidade natal dele, junto com a esposa.
Fernanda Luísa Costa Amaral, 38 anos: Esposa de André. Fernanda vai ser velada em Carmópolis de Minas junto com o marido.
Geberson Henrique Tadeu Chagas Pereira: Piloto.
Gabriel de Almeida Quintão Araújo, 25 anos: Copiloto.
Nesta segunda-feira (29), os corpos foram transferidos para Belo Horizonte para serem submetidos a exames de necropsia e identificação. Na manhã desta terça-feira (30), seis das sete vítimas foram liberadas do Instituto Médico Legal (IML) Doutor André Roquette. O corpo de Antônio Neves Silveira, de 2 anos, filho de Marcílio e Raquel, ainda não deixou o IML.
Destroços de avião que caiu e deixou 7 mortos em Itapeva, MG
João Daniel Alves/EPTV
Veja mais notícias da região no g1 Sul de Minas

você pode gostar

SAIBA QUEM SOMOS

Estamos em construção…

categorias noticias

noticias recentes

as mais lidas

JM – Jornal de Minas© Todos direitos reservados.