Home Brasil RJ: mais de 800 presos em março por crimes de violência contra a mulher | CNN Brasil

RJ: mais de 800 presos em março por crimes de violência contra a mulher | CNN Brasil

por isabellesaleme
0 Comente
rj:-mais-de-800-presos-em-marco-por-crimes-de-violencia-contra-a-mulher-|-cnn-brasil

Durante o mês em que se comemorou o Dia Internacional da Mulher, 819 pessoas foram presas por crimes praticados em razão de gênero, no Rio de Janeiro. As ações fizeram parte da “Operação Átria”, coordenada em âmbito nacional pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública (MJSP). O nome da ação faz alusão à posição de destaque da principal estrela da constelação denominada “Triângulo Austral” do hemisfério estelar sul. Numa ideia de reposicionar mulheres agredidas, retirando-as da condição de vítima.

Além das prisões, os agentes das polícias Civil e Militar também apreenderam 392 armas de fogo. Ao todo, foram realizadas mais de 31 mil diligências, instaurados 26 mil procedimentos policiais e feitos 820 exames periciais. Além disso, foram solicitadas cerca de 13 mil medidas protetivas de urgência.

No estado, a coordenação operacional foi do Departamento-Geral de Polícia de Atendimento à Mulher (DGPAM) da Polícia Civil e da Coordenadoria de Assuntos Estratégicos (CAEs) da Polícia Militar, por meio do programa Patrulha Maria da Penha, com apoio da Coordenadoria de Comunicações e Operações Policiais (Cecopol). A operação incluiu também ações preventivas, como palestras e ações sociais.

Resultados da ação a nível nacional

Em todo o Brasil, segundo o MJSP, a ação resultou em um aumento de 63% nos atendimentos às mulheres em relação ao ano anterior, com 129,9 mil registros em março de 2024, contra 79,5 mil no mesmo período em 2023.

Diligências foram realizadas em 1.765 municípios, com 10,4 mil prisões e 179 apreensões de menores infratores. O número de medidas protetivas de urgência solicitadas foi de 68 mil, contra 37,9 mil em 2023. Além disso, foram 30,8 mil denúncias apuradas, contra 17,4 mil no ano anterior.

Os principais crimes apurados no âmbito da operação foram feminicídio (tentado ou consumado), lesão corporal, descumprimento de medida protetiva, injúria, ameaça, difamação, estupro, sequestro e cárcere privado e perseguição (stalking).

O diretor de Operações Integradas e de Inteligência (Diopi/Senasp/MJSP), Rodney Silva, destacou que a operação proporcionou maior visibilidade ao tema e permitiu a ampliação das ações policiais. Foram realizadas 17,5 mil ações educativas, com mais de 7,2 milhões de pessoas alcançadas.

“Seu sucesso é decorrente da integração entre as forças de segurança pública do país, promovida pela Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp), no combate à violência contra a mulher. Os resultados alcançados demonstram a preocupação que o Governo Federal tem com a proteção às mulheres”, ressaltou Rodney.

você pode gostar

SAIBA QUEM SOMOS

A Tv Betim, em sintonia com a Rádio Betim e o Jornal de Minas, forma uma rede dinâmica que vai muito além dos limites convencionais da comunicação. Nossa proposta é clara: estabelecer diretrizes para Conteúdo e Programação, guiando a inclusão e priorizando parcerias estratégicas. Estamos comprometidos com a produção e coprodução de conteúdos digitais, adaptando-nos continuamente às diversas multiplataformas.

– Não somos apenas um meio de comunicação e informação; somos um novo canal que oferece soluções e produtos múltiplos, conectando e divulgando seus produtos e serviços a nível nacional, através do canal Web e outras plataformas.

Nossa estratégia vai além da simples transmissão. Focamos na ascensão social, proporcionando oportunidades excepcionais de novos negócios, relacionamentos sólidos e lucros substanciais para aqueles que investem no mercado mais cobiçado por grandes marcas. O potencial de consumo é imenso, e estamos aqui para guiar você nesse caminho de possibilidades.

– Na Tv Betim, acreditamos que a comunicação vai além do diálogo; é uma ponte para o crescimento, inovação e sucesso. Junte-se a nós nessa jornada de conexão, onde o seu impacto é a nossa prioridade.

noticias recentes

as mais lidas

JM – Jornal de Minas© Todos direitos reservados.