Home Brasil Rio decreta estado de emergência na saúde pública por causa da dengue | CNN Brasil

Rio decreta estado de emergência na saúde pública por causa da dengue | CNN Brasil

por carolinagomes
0 Comente
rio-decreta-estado-de-emergencia-na-saude-publica-por-causa-da-dengue-|-cnn-brasil

O prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes (PSD), decretou estado de emergência na saúde pública por conta da epidemia de dengue que atinge a cidade. Em publicação no Diário Oficial desta segunda-feira (5), a administração municipal considera o acentuado aumento de casos e internações na capital como fator para decretar a medida.

Na última sexta (2), o secretário municipal de saúde, Daniel Soranz, confirmou que o Rio enfrenta uma epidemia da doença. Só em janeiro, a rede de saúde da prefeitura do Rio teve 362 pessoas internadas por causa da dengue, número recorde desde 2008.

Conforme dados do painel do Observatório Epidemiológico da prefeitura carioca, 11.202 casos já foram registrados em 2024. Durante todo o ano de 2023, foram 22.959 casos. “Em um único mês de 2024 nós já temos quase a metade dos casos de todo o ano anterior, o que gera uma preocupação intensa“, afirmou o secretário Soranz.

De acordo com a prefeitura, a combinação de altas temperaturas, chuvas frequentes e a circulação de três sorotipos da doença torna o cenário mais favorável à ocorrência de casos na cidade. A zona oeste — em especial regiões como Campo Grande, Santíssimo, Guaratiba, Santa Cruz, Paciência e Sepetiba — são as que registram as maiores taxas de incidência da dengue.

Nesta segunda a prefeitura inaugura o primeiro polo de atendimento para pacientes com dengue, no Centro Municipal de Saúde Raphael de Paula Souza, em Curicica, na zona oeste. Está prevista a instalação de dez polos, em todas as regiões da cidade, para combater a doença. Os polos devem ser abertos gradativamente, conforme o crescimento do número de casos.

A Secretaria Municipal de Saúde afirma que vai iniciar a vacinação de crianças e adolescentes de 10 a 14 anos contra a dengue no município do Rio tão logo os imunizantes sejam liberados pelo Ministério da Saúde. A expectativa é de que em uma semana toda a população-alvo esteja vacinada, o que representa 354 mil indivíduos.

você pode gostar

SAIBA QUEM SOMOS

Estamos em construção…

categorias noticias

noticias recentes

as mais lidas

JM – Jornal de Minas© Todos direitos reservados.