Casa Cidades Produtores esperam há 9 meses para receber dívida milionária de exportadora de café de MG

Produtores esperam há 9 meses para receber dívida milionária de exportadora de café de MG

por Editor
7 visualizações
produtores-esperam-ha-9-meses-para-receber-divida-milionaria-de-exportadora-de-cafe-de-mg

Enquanto isso, produtores destacam dificuldades enfrentadas por conta do não pagamento, o que fez com que alguns deles precisassem até demitir funcionários.

“Nas mãos dos produtores esse dinheiro não chegou. Nós entregamos as nossas mercadores e não recebemos o nosso dinheiro. É essa a resposta que a gente quer: para onde foram destinadas as nossas mercadorias e o que eles fizeram com o nosso dinheiro”, contou o corretor e produtor de café José Márcio Carvalho.

“Eu não consegui nem cumprir com as minhas obrigações trabalhistas até com meus empregados, tive que demitir todos, tive que entregar a fazenda. Tive um prejuízo de R$ 1,280 milhões em cima dos meus cafés que entreguei. E, a minha empresa, um prejuízo de R$ 850 mil”, completou ele.

Em outubro do ano passado, produtores rurais fizeram denúncias contra a exportadora. O motivo foi a falta de pagamento das sacas de café vendidas para a empresa. Desde então, centenas de cafeicultores alegam não ter recebido o dinheiro.

De acordo com o Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJ-MG), o prejuízo para produtores, corretores e empresas do setor passa dos R$ 420 milhões. Em março deste ano, a exportadora apresentou um plano de recuperação judicial, que é analisado pelos produtores.

Durante o processo, já foram convocadas duas assembleias. A primeira no dia 31 de maio não teve a quantidade mínima de representantes presentes. A segunda aconteceu na quinta-feira (6), mas teve a votação adiada por causa de um prejuízo de um pedido de suspensão votado na assembleia. Foi solicitado prazo de 45 dias.

“Foi feita a votação e, nessa votação, 67,25% dos credores representados, que correspondem à R$ 273 milhões, concordaram com a transferência da assembleia para o dia 17 de julho de 2024”, disse o Juiz da 1ª Vara Civil de Varginha, Augusto Moraes Braga.

Produtores esperam há 9 meses para receber dívida milionária de exportadora de café de MG — Foto: Reprodução/EPTV

O advogado que representa 30 produtores do Sul de Minas e até de outras regiões do estado explica que, na última assembleia, foram levantados questionamentos sobre o plano de recuperação apresentado pela exportadora. Por isso, foi convocada uma nova reunião.

“O plano prevê o desconto dos valores devidos pela exportadora aos seus credores. Esses descontos vão até 80% do valor devido por eles. Então, muitos credores, muitos produtores, pediram que isso fosse revisto para uma condição econômica mais viável e também na forma de pagamento. Na forma de pagamento, é parcelada em cinco anos, uma parcela anual, com carência de dois anos para se iniciar o pagamento”, falou o advogado Vinícius Augusto.

“A empresa precisa se recuperar, mas não pode querer se recuperar causando danos deste tamanho ao mercado do café”, finalizou o advogado.

A defesa da empresa afirma que, durante a reunião do dia 6 de junho, apresentou um requerimento com detalhes do plano de recuperação. A empresa ressalta que este requerimento contou com a aprovação de quase 90% dos credores. A exportadora disse que vai continuar conversando de modo aberto e democrático com todos, para encontrar meios de se recuperar. Ainda segundo a defesa, o plano de recuperação está bem claro, e a suspensão não foi solicitada por falta de clareza.

Já o Ministério Público disse, em nota, que está levantando as informações sobre o caso e que não é possível afirmar, ainda, se um processo de investigação está em andamento.

você pode gostar

SAIBA QUEM SOMOS

Somos um dos maiores portais de noticias de toda nossa região, estamos focados em levar as melhores noticias até você, para que fique sempre atualizado com os acontecimentos do momento.

CONTATOS

noticias recentes

as mais lidas

Jornal de Minas © Todos direitos reservados à Tv Betim Ltda®