Home Mundo Príncipe Harry chega a acordo com grupo Mirror sobre caso de telefone hackeado | CNN Brasil

Príncipe Harry chega a acordo com grupo Mirror sobre caso de telefone hackeado | CNN Brasil

por marianacatacci
0 Comente
principe-harry-chega-a-acordo-com-grupo-mirror-sobre-caso-de-telefone-hackeado-|-cnn-brasil

O príncipe Harry chegou a um acordo sobre seu processo contra o Mirror Group Newspapers por escutas telefônicas e outros atos ilegais depois que o editor concordou em pagar “indenizações substanciais” e seus custos legais, disse seu advogado ao Supremo Tribunal de Londres na sexta-feira (9).

Em dezembro, o Supremo Tribunal decidiu que Harry tinha sido vítima de recolhimento ilegal de informações, incluindo escutas clandestinas por parte de jornalistas dos tablóides Daily Mirror, Sunday Mirror e Sunday People, com o conhecimento dos seus editores.

No entanto, esse julgamento considerou apenas 33 dos 148 artigos dos quais Harry reclamou, decidindo a seu favor em 15 deles. Seu advogado, David Sherborne, disse ao tribunal que a MGN cedeu o restante de sua reivindicação e concordou em pagar outra quantia substancial e as custas judiciais do duque de Sussex.

O príncipe Harry disse continuaria sua missão de levar mudanças à imprensa britânica. “Tudo o que dissemos que estava acontecendo no Mirror Group estava de fato acontecendo, e muito pior, como a Corte decidiu em seu julgamento extremamente contundente”, afirmou Harry em comunicado lido por Sherborne.

O filho mais novo do rei Charles, que se tornou o primeiro membro sênior da realeza britânica em 130 anos a prestar depoimento em um tribunal quando compareceu a um julgamento em junho, recebeu originalmente 140.600 libras (cerca de 180.700 dólares) depois que o juiz concordou que ele havia sido ilegalmente alvo de jornalistas do MGN.

Harry foi um dos cerca de 100 requerentes – incluindo atores, estrelas do esporte, celebridades e pessoas que simplesmente tinham uma conexão com figuras de destaque – que processaram o MGN.

O juiz Timothy Fancourt concluiu, em dezembro, que houve hacking generalizado e atividades ilegais no MGN.

Sherborne disse que o MGN provavelmente pagaria mais de 2 milhões de libras para cobrir os custos legais dos reclamantes em seu caso genérico, e um pagamento provisório de 400 mil libras para os custos individuais do príncipe.

Harry não estava no tribunal para a audiência de sexta-feira.

você pode gostar

SAIBA QUEM SOMOS

Estamos em construção…

categorias noticias

noticias recentes

as mais lidas

JM – Jornal de Minas© Todos direitos reservados.