Casa Cidades Prefeitura de Santa Rita de Caldas reforça vacinação contra febre amarela após macaco ser encontrado morto

Prefeitura de Santa Rita de Caldas reforça vacinação contra febre amarela após macaco ser encontrado morto

por Editor
6 visualizações
prefeitura-de-santa-rita-de-caldas-reforca-vacinacao-contra-febre-amarela-apos-macaco-ser-encontrado-morto

O macaco foi encontrado morto próximo ao distrito de São Bento de Caldas. Um exame feito na Fundação Ezequiel Dias, em Belo Horizonte, confirmou que o animal estava com a febre amarela.

Antes mesmo do resultado dar positivo, a Secretaria de Saúde da cidade já tinha iniciado uma varredura nas propriedades próximas ao local onde ele foi encontrado.

Prefeitura de Santa Rita de Caldas reforça vacinação contra febre amarela após macaco ser encontrado morto — Foto: Reprodução EPTV

Os agentes foram de porta em porta para identificar moradores que ainda não tinham se vacinado contra a febre amarela.

“Nos anos de 2017 e 2018 foi feita a campanha de vacinação, que foi de 95%, então são poucas pessoas que não se vacinaram. Então foi feita a varredura, quem tinha dúvida também foi vacinado novamente”, disse a secretária de Saúde de Santa Rita de Caldas, Regiane Vilas Boas da Silva.

A vacina está disponível em dois postos de saúde da família, na unidade do bairro Nossa Senhora Aparecida e também no PSF Monsenhor Alderige, no bairro Vila Nova.

“A criança toma a primeira dose com 9 meses e a segunda dose, o reforço, com 4 anos. O adulto, é dose única, então se tomar uma dose já considera pro resto da vida. As contradições são as gestantes, os imunos comprometidos e os idosos acima de 60 anos que tenham alguma comorbidade. Mas se nós temos algum idoso ativo, trabalhador rural, que está bem, ele pode também tomar a vacina, independente da idade”, explicou a coordenadora da epidemiologia de Santa Rita de Caldas, Andressa Couto Barbosa.

A responsável pelo setor de Meio Ambiente ressalta que ter encontrado o macaco foi fundamental para identificar que a doença circula pela cidade, até mesmo para traçar as ações de prevenção.

Prefeitura de Santa Rita de Caldas reforça vacinação contra febre amarela após macaco ser encontrado morto — Foto: Reprodução EPTV

A chefe do departamento reforça que o macaco não transmite a doença aos seres humanos.

“Eles são sentinelas nessa questão da febre amarela, porque eles são os primeiros a serem contaminados e são indicadores da presença da doença na região. Eles não devem ser hostilizados ou capturados porque não existe a transmissão do macaco para o ser humano, assim como não existe a transmissão do humano pra humano. A febre amarela é uma doença não contagiosa, então mais importante do que hostilizar os macacos é fazer o nosso dever de casa, é de limpar os quintais, manter sempre os potinhos de plantas secos, para não ter a contaminação pelo mosquito, o único transmissor são os mosquitos”, disse a chefe do Departamento de Meio Ambiente de Santa Rita de Caldas, Priscila Bueno.

Embora não haja registros da doença em moradores, é importante ficar atento aos sintomas da febre amarela.

“Febre, dor de cabeça, náuseas, vômitos, diarreia. Então são sintomas que são comuns a várias doenças, mas o caso pode agravar. No caso de agravamento, vão pegar órgãos como fígado, rins, pele, onde vão ocorrer as hemorragias e no caso de fígado, a pele fica amarela, por isso o nome de febre amarela”, completou a médica Maria Marta de Oliveira Couto.

Os moradores de Santa Rita de Caldas podem buscar a vacinação de 8h às 16h. Na próxima quinta-feira (13) haverá um ponto extra durante uma festa junina no posto do Distrito de São Bento de Caldas, das 17h às 19h.

você pode gostar

SAIBA QUEM SOMOS

Somos um dos maiores portais de noticias de toda nossa região, estamos focados em levar as melhores noticias até você, para que fique sempre atualizado com os acontecimentos do momento.

CONTATOS

noticias recentes

as mais lidas

Jornal de Minas © Todos direitos reservados à Tv Betim Ltda®