Home Brasil Polícia de São Paulo investiga arrastão em loja na região da Cracolândia | CNN Brasil

Polícia de São Paulo investiga arrastão em loja na região da Cracolândia | CNN Brasil

por carolinagomes
0 Comente
policia-de-sao-paulo-investiga-arrastao-em-loja-na-regiao-da-cracolandia-|-cnn-brasil

A Polícia Civil de São Paulo abriu um inquérito para investigar o arrastão feito em uma loja de material eletrônicos na Santa Ifigênia, próximo a região conhecida como Cracolândia, no centro de São Paulo, na madrugada do último sábado (27). Por conta do saque, o dono do estabelecimento teve um prejuízo estimado em R$ 300 mil, e disse que vai fechar o comércio.

De acordo com a Secretaria de Segurança Pública (SSP), imagens das câmeras de segurança do local estão sendo analisadas e a vítima já foi ouvida pelos policiais.

No domingo (28), três homens chegaram a ser detidos por guardas-civis após uma outra ocorrência de furto, na Rua Vitória, na República, e eram suspeitos de envolvimento no caso da Santa Ifigênia. Segundo os agentes, eles foram abordados com produtos como fios e equipamentos de vídeo.

Porém, a participação deles no arrastão não foi comprovada, e dois deles foram liberados e seguem sendo investigados. O terceiro envolvido ficou preso devido a um mandado de prisão preventiva em aberto contra ele pela Justiça da Bahia.

A SSP afirmou que há previsão de reforço provisório de dois mil policiais na região central da capital. O efetivo usado será realocado temporariamente da Operação Verão, mas, segundo a pasta, haverá implementação de medidas para ampliar o contingente de policiais nas ruas, como a contratação de PMs aposentados e temporários para desempenhar funções administrativas.

Gangue da portinhola

Desde que a Cracolândia se espalhou pelo centro de São Paulo, diversos furtos como o registrado na Santa Ifigênia já ocorreram na região. Os comerciantes dos bairros do centro apelidaram o grupo como “gangue da portinhola”.

O empresário Francisco Helio de Freitas Maia, de 60 anos, também foi alvo dos criminosos. Dois imóveis do lojista, no centro de São Paulo, foram arrombados na semana passada.

O primeiro arrombamento aconteceu na madrugada de quarta-feira (18), em uma loja que está disponível para aluguel. Por isso, os danos materiais não foram tão altos. “Levaram só o micro-ondas e botijão de gás”, conta Helio.

O segundo imóvel invadido foi uma loja de equipamentos para motociclistas. O arrombamento aconteceu no fim da madrugada de sexta-feira (19). “Levaram mais de 100 capacetes. O prejuízo estimado é de 70 mil reais”, relata o empresário.

Ja a empresária Marlene Alves também foi vítima da quadrilha. Assim como Helio, a loja de Marlene foi alvo dos criminosos duas vezes em um curto período de tempo. “O primeiro episódio foi no dia 12, por volta das 3h30. O segundo foi no dia 16, na mesma loja”, relata a lojista. No segundo arrombamento, no último dia 16, os criminosos não chegaram a entrar na loja.

Em relação aos crimes ocorridos na Cracolândia, a SSP afirmou que as forças de segurança têm intensificado seus esforços para combater os crimes contra o patrimônio na região do 3º Distrito Policial (Campos Elíseos) e do 77º Distrito Policial (Santa Cecília), também conhecida como “Cenas Abertas de Uso”.

“Como resultado dos trabalhos desempenhados ao longo de 2023, em comparação ao mesmo período de 2022, foi registrada uma redução de 1,5% nos furtos, equivalente a 228 casos a menos, e uma queda de 12,9% nos roubos, totalizando 1.185 ocorrências a menos. Nesse mesmo período, 466 infratores foram presos/apreendidos na região”, completa a nota.

você pode gostar

SAIBA QUEM SOMOS

Estamos em construção…

categorias noticias

noticias recentes

as mais lidas

JM – Jornal de Minas© Todos direitos reservados.