Home Brasil O que é a onda de calor que afetará o Sul do Brasil? | CNN Brasil

O que é a onda de calor que afetará o Sul do Brasil? | CNN Brasil

por guilhermegama
0 Comente
o-que-e-a-onda-de-calor-que-afetara-o-sul-do-brasil?-|-cnn-brasil

Uma nova onda de calor que atinge a Argentina tem avançado para o Sul do Brasil e elevando as temperaturas na região. Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná e Mato Grosso do Sul devem enfrentar calor extremo nos próximos dias.

As temperaturas devem se elevar de 3°C a 5°C acima do normal para esta época do ano e por um período acima de 5 dias. Restrita ao Sul, a onda não deve avançar para outras regiões do país.

Até o sábado (10), os termômetros devem permanecer em marcas elevadas, principalmente no Rio Grande do Sul, onde algumas cidades já atingem quase 40°C, de acordo com o Climatempo.

A onda de calor acontece quando as temperaturas ficam 5°C acima da média, por permanência, por ao menos cinco dias consecutivos. Em entrevista à CNN, Willians Bini, meteorologista head de comunicação da ClimaTempo, lembra que ainda estamos com o fenômeno El Niño ativo, e com forte intensidade, e uma das consequências do fenômeno é manter a atmosfera mais quente. Isso explica porque as temperaturas estão elevadas no Brasil e no mundo, quando o fenômeno começou a atuar.

As instabilidades devem ficar concentradas na região central do Brasil, ou seja, não chegam ao no Sul do país e na Argentina. “Somado a isso, como não há previsão de frentes frias nos próximos dias, a atmosfera vai ter todos os elementos para se manter quente”, afirma o meteorologista.

Em Porto Alegre (RS), há possibilidade de sucessivos recordes nos dias de Carnaval. Para a sexta (9), a Climatempo prevê temperatura máxima de 36°C. No sábado de Carnaval, a temperatura poderá chegar aos 37°C e no domingo, aos 38°C. O recorde de calor atual é de 36,5 C no dia (14) pelo Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet).

A Defesa Civil de Santa Catarina alerta que as temperaturas máximas devem alcançar de 36°C e 38°C no Grande Oeste de Santa Catarina, podendo chegar aos 40°C em áreas próximas à divisa com o RS e na fronteira com a Argentina.

A previsão é de que no Vale do Itajaí o calor também será bastante intenso, com máximas de 38°C na terça (7) e na quarta-feira (8), e no restante da semana, as máximas devem ficar próximas dos 35°C.

O Serviço Nacional de Meteorologia da Argentina (SMN) emitiu um alerta de calor intenso, sentido em dez cidades do centro e norte do país. A temperaturas superaram os 40 °C na sexta-feira (2).

Em Las Lomitas, os termômetros bateram 41,0°C , na província de Formosa, 40,2°C em Presidente Roque Sáenz Penã, na província do Chaco) e 39,2°C, em Santiago Del Estero, mas na mesma província. Para Willians Bini, a onda só vai cessar com uma nova frente fria, que vai reduzir esse calor.

*(Sob supervisão de André Rigue) 

você pode gostar

SAIBA QUEM SOMOS

Estamos em construção…

categorias noticias

noticias recentes

as mais lidas

JM – Jornal de Minas© Todos direitos reservados.