Início » Norte de MG registra 3.783 internações e 335 mortes por Síndromes Respiratórias Agudas Graves neste ano

Norte de MG registra 3.783 internações e 335 mortes por Síndromes Respiratórias Agudas Graves neste ano

por Editor
7 visualizações
norte-de-mg-registra-3.783-internacoes-e-335-mortes-por-sindromes-respiratorias-agudas-graves-neste-ano


Superintendência Regional de Montes Claros destaca que 71 pessoas já foram hospitalizadas na região por Covid-19 e 12 óbitos já foram registrados neste ano. Profissionais de saúde trabalhando em UTI Covid
Mister Shadow/Estadão Conteúdo
O Norte de Minas Gerais já registrou 3.783 internações e 335 mortes por Síndromes Respiratórias Agudas Graves (SRAGs) neste ano, aponta a Superintendência Regional de Montes Claros (SRS).
Dados da SRS apontam ainda que as microrregiões que apresentaram a maior quantidade de hospitalizações foram:
Janaúba/Monte Azul (811)
Montes Claros (707)
Brasília de Minas/São Francisco (487)
Taiobeiras (432)
Pirapora (297)
Salinas (249)
Januária (203)
Entre as principais causas de internações registradas pelos hospitais estão: pneumonia, broncopneumonia, pneumonia bacteriana, pneumonia causada por microorganismos e septicemia por streptococcus pneumonia.
Além disso, neste ano, a SRS destaca que 71 pessoas já foram hospitalizadas no Norte de MG por causa de complicações causadas pela Covid-19, com notificações de 12 óbitos.
Além dos municípios serem orientados a notificar os casos e reforçar ações para identificar os vírus circulantes, a superintendência reforça a importância da atualização do cartão de vacinação da população, principal medida para evitar a infecção pelos vírus da gripe e Covid-19.
“A ocorrência de casos de gripe pelo vírus influenza tende a aumentar no período do inverno, bem como as internações. Porém, assim como outros vírus respiratórios, o SARS-CoV-2, causador da Covid-19, continua circulando durante todos os períodos do ano, influenciada por vários fatores, entre eles a circulação das pessoas e a alta taxa de transmissibilidade. Daí a importância da população procurar as unidades de saúde para administração da vacina bivalente Ômicron-XBB 1.5, que protege contra as novas variantes da covid-19”, destaca a coordenadora do Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde de Montes Claros, Agna Soares da Silva Menezes.
✅Clique aqui para seguir o canal do g1 Grande Minas no WhatsApp
Vídeos do Norte, Centro e Noroeste de MG
Veja mais notícias da região em g1 Grande Minas.

você pode gostar

SAIBA QUEM SOMOS

Somos um dos maiores portais de noticias de toda nossa região, estamos focados em levar as melhores noticias até você, para que fique sempre atualizado com os acontecimentos do momento.

CONTATOS

noticias recentes

as mais lidas

Jornal de Minas © Todos direitos reservados à Tv Betim Ltda®