Home Brasil Justiça decreta prisão de ex-marido do galerista americano morto no Rio | CNN Brasil

Justiça decreta prisão de ex-marido do galerista americano morto no Rio | CNN Brasil

por fabiomunhoz
0 Comente
justica-decreta-prisao-de-ex-marido-do-galerista-americano-morto-no-rio-|-cnn-brasil

A Justiça do Rio de Janeiro decretou no último sábado a prisão preventiva do cubano Daniel Sikkema. Ele é acusado de ser o mandante do assassinato do seu ex-marido, o galerista norte-americano Brent Sikkema, ocorrido no dia 14 de janeiro na zona sul do Rio de Janeiro.

A decisão foi tomada pela juíza Tula Correa de Mello, titular da 3ª Vara Criminal do Rio. A magistrada também decretou a prisão preventiva de Alejandro Triana Prevez, acusado de ter matado o galerista. Alejandro, que também é cubano, já estava sob custódia e teve a prisão temporária convertida em preventiva –que não tem prazo para ser encerrada.

Segundo a denúncia do Ministério Público, que foi aceita pela juíza, Daniel contratou Alejandro para matar o ex-marido com a promessa de que pagaria a ele uma quantia de US$ 200 mil.

Ainda de acordo com a denúncia, Alejandro, então, veio para o Brasil para cumprir o plano. Na madrugada de 14 de janeiro, ele entrou na casa do galerista utilizando as chaves fornecidas por Daniel.

Alejandro, que está preso no Complexo Penitenciário de Gericinó, em Bangu, na zona oeste do Rio de Janeiro, confessou ter matado Brent Sikkema com golpes de faca. Ele foi capturado quatro dias depois do crime em um posto de combustíveis no interior de Minas Gerais.

A juíza também determinou que Daniel Sikkema seja incluído na lista de procurados da Interpol, já que ele mora no exterior.

(Publicado por Fábio Munhoz. Com informações de Maria Clara Alcântara e Rafael Villarroel)

você pode gostar

SAIBA QUEM SOMOS

Estamos em construção…

categorias noticias

noticias recentes

as mais lidas

JM – Jornal de Minas© Todos direitos reservados.