Home Brasil Criminoso acusado de atacar polícia e organizar mega-assaltos é preso em SP | CNN Brasil

Criminoso acusado de atacar polícia e organizar mega-assaltos é preso em SP | CNN Brasil

por dudacambraia
0 Comente
criminoso-acusado-de-atacar-policia-e-organizar-mega-assaltos-e-preso-em-sp-|-cnn-brasil

O procurado Jakson Oliveira Santos, conhecido como “Dako”, foi preso na manhã desta quarta-feira (7), por equipes do 1º Batalhão de Ações Especiais de Polícia (BAEP) e do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (GAECO) do Ministério Público.

Dako estava foragido há quase 20 anos e é investigado nos ataques contra forças policiais em 2006 e por organizar mega-assaltos a bancos nas cidades de Araçatuba, no interior de São Paulo, e Confresa, no interior do Mato Grosso.

O criminoso chegou a cumprir pena no estado de Minas Gerais por roubo a banco e estava preso por tráfico de drogas na penitenciária de Casa Branca, em São Paulo, quando não retornou à prisão após ser beneficiado com a saída temporária, em 2005.

De acordo com o GAECO de Campinas, “Dako” já possui uma condenação por associação ao tráfico de drogas e mais um mandado de prisão preventiva em aberto por ser apontado como o mandante de um homicídio ocorrido em Campinas.

Segundo as autoridades, o criminoso já teve ligação com o Primeiro Comando da Capital (PCC).

Segundo a Polícia Militar do Estado de São Paulo (PMESP), a prisão ocorreu na cidade de Valinhos, interior do estado, após um período de investigação.

Além das pendências judiciais, “Dako” foi preso em flagrante, nesta quarta-feira, por uso de documento falso, porte ilegal de arma de fogo e porte de drogas para uso pessoal.

Na casa onde ele vivia, foram apreendidas uma pistola calibre 9 milímetros e munição, além de uniformes camuflados, celulares e equipamentos eletrônicos. Os agentes também localizaram acessórios para fuzis e uma porção de maconha.

O investigado emitiu um documento falso, no qual se intitulava Jakson de Souza, com o qual tirou uma CNH e criou um CNPJ para uma empresa. Segundo promotores do GAECO de Campinas, o criminoso levava uma vida estável e de regalias no interior paulista até ser preso na manhã de hoje.

“Dako” foi levado à Delegacia de Polícia de Valinhos para registro da prisão em flagrante. O material genético do preso foi colhido e pode ser usado para identificar a participação dele em outros crimes.

você pode gostar

SAIBA QUEM SOMOS

Estamos em construção…

categorias noticias

noticias recentes

as mais lidas

JM – Jornal de Minas© Todos direitos reservados.