Home Região Codemge marca para o dia 6 de março nova audiência pública para concessão do Parque das Águas de Caxambu

Codemge marca para o dia 6 de março nova audiência pública para concessão do Parque das Águas de Caxambu

por admin
0 Comente
codemge-marca-para-o-dia-6-de-marco-nova-audiencia-publica-para-concessao-do-parque-das-aguas-de-caxambu


A reunião, aberta a todos os interessados, acontece das 14h às 17h, no Palace Hotel. A Companhia de Desenvolvimento de Minas Gerais (Codemge) marcou para o dia 6 de março a audiência pública para concessão do Parque das Águas de Caxambu. A reunião, aberta a todos os interessados, acontece das 14h às 17h, no Palace Hotel.
📲 Participe do canal do g1 Sul de Minas no WhatsApp
Segundo o governo, o objetivo é dar publicidade e transparência em relação às condições relevantes ao processo de licitação para a seleção de proposta mais vantajosa, com o intuito de celebrar o contrato de concessão do Parque das Águas de Caxambu. Além disso, o evento busca colher sugestões e contribuições para aprimoramento do processo.
A audiência pública faz parte da consulta pública que está aberta desde 29/12/2023 e vai até 8/3/2024. A consulta pública tem por propósito possibilitar que entidades da sociedade civil, turistas, população em geral e investidores contribuam com as definições do Edital a ser elaborado para concessão do empreendimento.
Codemge marca para o dia 6 de março nova audiência pública para concessão do Parque das Águas de Caxambu
Bruno Souza
Reabertura da concessão
A Codemge reabriu o processo de concessão do Parque das Águas de Caxambu com o intuito de aprimorar a qualidade do serviço prestado ao cidadão.
Após realização de estudos, reuniões com lideranças da comunidade de Caxambu e revisão dos documentos que compõem o processo de concessão, a Codemge inseriu mudanças significativas sobre alguns pontos propostos no certame que foi revogado em abril/2023.
Com o intuito de melhor equilibrar a preservação do patrimônio e o interesse do setor privado para gerir o ativo, a Codemge efetivou alterações como garantia da passagem gratuita para os moradores, previamente cadastrados, do bairro Bosque; impedimento de mudança no nome do parque, sendo obrigatório manter o nome Parque das Águas de Caxambu; maior clareza e delimitação do objeto da concessão, de forma a deixar mais evidente que o direito minerário, a mata (próxima ao parque) e a envasadora não fazem parte da concessão.
Balneário Hidroterápico, que fica dentro do Parque das Águas de Caxambu: local é o principal ponto turístico da cidade.
Crédito: Divulgação Prefeitura Municipal de Caxambu
Além disso, o prazo de obras de restauro e modernização dos equipamentos foi reduzido de 12 para três anos. A garantia de acesso gratuito da população de Caxambu às fontes do parque, das 7h às 9h, permanece mantida.
A concessão será para prestação de serviços de gestão, operação e manutenção, bem como a execução de obras e serviços de engenharia.
O Balneário Hidroterápico e seus equipamentos tais como banheiras, duchas, saunas, piscina interna também passarão a ser administrados pelo futuro concessionário.
O futuro concessionário poderá utilizar a água e suas fontes para manutenção do parque e do próprio balneário, porém a Codemge continuará com a responsabilidade pelo direito minerário.
Entre as ações a serem realizadas pelo futuro concessionário, está previsto um investimento na ordem de R$ 5 milhões. O prazo de vigência do contrato será de 30 anos.
Parque das Águas de Caxambu e Balneário
O Parque das Águas Dr. Lisandro Carneiro Guimarães é conhecido por suas águas minerais terapêuticas e conta com área de 210 mil metros quadrados, contendo um gêiser, um coreto, esculturas e diversos outros elementos paisagísticos e mobiliários, além de dez fontanários de águas minerais, cada uma delas com propriedades diferentes.
O empreendimento oferece atrações para todos os gostos e idades, com quadras de tênis de saibro, quadras de vôlei tradicional e de areia, pista de cooper, área de piquenique, piscinas de água mineral (adulto e infantil), vestiários, ringue de patinação e playground.
Balneário do Parque das Águas de Caxambu; portal de entrada para a Serra da Mantiqueira
Lucas Soares / G1
O conjunto arquitetônico e paisagístico do Parque das Águas integra o cenário urbano de Caxambu e a história da cidade. Os prédios do balneário, do engarrafamento de águas, dos fontanários e do coreto configuram um acervo arquitetônico, abarcando tipologias como ecletismo, art nouveau, art decó, neoclássico e moderno.
O parque também conta com mobiliário valioso, a exemplo das obras do Chico Cascateiro, das peças que decoram o balneário e da estátua Ninfa do Lago. Há também jardins, um lago ornamental e outro lago, de maiores dimensões.
Destacam-se as fontes de água mineral, com suas propriedades medicinais e seus pavilhões que as tornam únicas: Dona Leopoldina, Conde d’Eu e Princesa Isabel, Duque de Sax, Beleza, Dom Pedro, Viotti, Viotti Menor, Venâncio, Mayrink, e Ernestina Guedes.
Localizado dentro do Parque das Águas de Caxambu, o Balneário é um tradicional centro hidroterápico provido com os mais modernos equipamentos do mercado e instalações recém-reformadas.
Há mais de 50 serviços disponíveis, que se dividem entre banhos (de imersão em água mineral ou o aromático), duchas (como a Vichy, escocesa e a circular), sauna masculina úmida e seca, massagens (mediante agendamento), banheiras de Hidromassagem e o banho Pérola (banheira de hidromassagem que realiza uma relaxante esfoliação na pele, através de jatos de ar).
Há também os tratamentos faciais, depilação corporal e facial, terapias holísticas e tratamentos de medicina tradicional chinesa.
Veja mais notícias da região no g1 Sul de Minas

você pode gostar

SAIBA QUEM SOMOS

Estamos em construção…

categorias noticias

noticias recentes

as mais lidas

JM – Jornal de Minas© Todos direitos reservados.