Home Mundo Bukele está pronto para vitória esmagadora enquanto eleitores votam em El Salvador | CNN Brasil

Bukele está pronto para vitória esmagadora enquanto eleitores votam em El Salvador | CNN Brasil

por reuters
0 Comente
bukele-esta-pronto-para-vitoria-esmagadora-enquanto-eleitores-votam-em-el-salvador-|-cnn-brasil

Os salvadorenhos votam neste domingo (4) em eleições que devem dar ao presidente Nayib Bukele mais uma vitória esmagadora, com muitos eleitores ignorando a tendência autoritária do jovem líder depois que ele esmagou a violência das gangues que havia paralisado a vida no país da América Central.

Bukele, 42 anos, parece estar pronto para se tornar o primeiro presidente salvadorenho em mais de um século a ser reeleito.

Extremamente popular, Bukele fez campanha com base no sucesso de sua estratégia de segurança, na qual as autoridades suspenderam as liberdades civis para prender mais de 75.000 salvadorenhos sem acusações. As detenções levaram a um declínio acentuado nas taxas de homicídio em todo o país e transformaram um país de 6,3 milhões de pessoas que já esteve entre os mais perigosos do mundo.

Mas alguns analistas disseram que o encarceramento em massa de 1% da população não é uma estratégia sustentável de longo prazo.

Cinco outros candidatos presidenciais estão disputando as eleições, incluindo políticos da ex-guerrilha esquerdista Frente Farabundo Marti de Libertação Nacional (FMLN) e da Aliança Republicana Nacionalista (ARENA), de direita, que governaram por 30 anos até 2019.

As pesquisas mostram que a maioria dos eleitores parece disposta a recompensar Bukele por ter dizimado os grupos criminosos que tornaram a vida intolerável em El Salvador e alimentaram ondas de migração para os Estados Unidos.

Victor Lopez, um trabalhador da construção civil de 65 anos, estava entre as dez primeiras pessoas na fila de um centro de votação em uma das principais avenidas da capital San Salvador, onde Bukele deverá votar no domingo.

“Temos que continuar as mudanças que estão acontecendo em nosso país – mudanças positivas. Não temos crime, o turismo disparou e outras coisas positivas”, disse Lopez à Reuters.

“Não podemos permitir que os corruptos de antes voltem ao poder, pois assim os projetos que o governo está executando não poderão ser realizados”, acrescentou Lopez, referindo-se aos dois partidos tradicionais do país, FMLN e ARENA.

As pesquisas pré-eleitorais colocaram o apoio dos eleitores na casa de um dígito para os candidatos da FMLN e da ARENA, com os eleitores cansados após décadas de política tradicional marcada pela violência e corrupção.

Reformulações por controle

Político incendiário que frequentemente discute com líderes estrangeiros e inimigos nas mídias sociais, Bukele chegou ao poder em 2019, derrotando os partidos tradicionais de El Salvador com a promessa de eliminar a violência das gangues e rejuvenescer a economia estagnada do país.

Desde então, ele tem usado a supermaioria de seu partido Novas Ideias na Assembleia Legislativa nacional para reformular tribunais e instituições, solidificando seu controle sobre partes importantes do governo. Ele também defendeu a introdução do Bitcoin como moeda de curso legal, atraindo críticas do Fundo Monetário Internacional (FMI).

No ano passado, o Supremo Tribunal Eleitoral de El Salvador permitiu que ele concorresse a um segundo mandato, embora a constituição do país proíba isso. Os opositores expressaram o temor de que Bukele tentasse governar por toda a vida, seguindo o exemplo do presidente Daniel Ortega, da vizinha Nicarágua.

Grupos de direitos humanos afirmaram que a democracia de El Salvador está sendo atacada. Bukele minimizou essas preocupações, chegando a mudar seu perfil no X, a plataforma de mídia social, para dizer ser “o ditador mais legal do mundo”.

Apoio

Os salvadorenhos parecem não se abalar, com as pesquisas mostrando que cerca de 80% deles o apoiam.

“Ainda há muito a ser feito, mas, passo a passo, resolveremos décadas inteiras de saques e negligência”, escreveu Bukele no X esta semana.

Uma vez reeleito, o maior desafio de Bukele provavelmente será uma economia em frangalhos, o crescimento mais lento da América Central durante seu período no poder. Mais de um quarto dos salvadorenhos vive na pobreza.

A pobreza extrema dobrou e o investimento privado despencou. Não houve muito impulso nos planos altamente divulgados de Bukele para a Bitcoin City, um paraíso criptográfico livre de impostos alimentado pela energia geotérmica de um vulcão.

O FMI, que está negociando um resgate de 1,3 bilhão de dólares com El Salvador, no final de 2023 descreveu a situação fiscal do país como “frágil”.

você pode gostar

SAIBA QUEM SOMOS

Estamos em construção…

categorias noticias

noticias recentes

as mais lidas

JM – Jornal de Minas© Todos direitos reservados.