Início » Assinado o contrato de concessão do Projeto Jequitaí

Assinado o contrato de concessão do Projeto Jequitaí

por Editor
9 visualizações
assinado-o-contrato-de-concessao-do-projeto-jequitai


Segundo o Ministério da Integração e Desenvolvimento Regional, a obra deve impactar a vida de 147 mil pessoas em 19 municípios da região. O contrato, que é fruto do leilão realizado em março, foi assinado com a única empresa que participou do processo. Assinatura do contrato em Montes Claros
Carlos Moura/MIDR
Foi assinado nessa quarta-feira (10), em Montes Claros, o contrato de concessão de Projeto Hidroagrícola Jequitaí.
Segundo o Ministério da Integração e Desenvolvimento Regional, a obra deve impactar a vida de 147 mil pessoas em 19 municípios da região. O contrato, que é fruto do leilão realizado em março, foi assinado com a única empresa que participou do processo.
Segundo o MIDR, o leilão prevê que uma área de 23,9 mil hectares seja utilizada, dos quais são 10,2 mil irrigáveis. As obras devem ser iniciadas em janeiro e devem durar por três anos. A empresa concessionária deve receber R$ 11 bilhões em receitas durante 35 anos de vigência do acordo.
“O Projeto Hidroagrícola do Jequitaí vai garantir a segurança hídrica da região, gerar emprego e renda, produção de alimentos, turismo e outras atividades industriais e agroindustriais. O presidente Lula me recomendou cuidar desse projeto com carinho e, em um ano e três meses de governo, o levamos à concessão e assinatura do contrato no valor de R$ 1,5 bilhão”, falou o ministro Waldez Góes.
Conforme o Ministério da Integração e Desenvolvimento Regional, a empresa terá entre suas obrigações:
Implantação das barragens I e II, infraestrutura de irrigação e de apoio
Ocupação da área irrigável
Desapropriação da área destinada à formação do perímetro de irrigação
A expectativa, conforme o MIDR é de que o projeto permita a geração de 84 mil empregos, além de permitir o desenvolvimento do Vale do São Francisco por meio da perenização do Rio Jequitaí e da regularização da vazão do Rio São Francisco.
“No primeiro trimestre de 2025, teremos o início da reserva de água desse novo lago artificial, com 700 milhões de metros cúbicos de água armazenada. Essa água vai garantir o abastecimento de 11 municípios, inclusive Montes Claros. É uma obra que, além de gerar segurança hídrica, haverá 20 megawatts de geração de energia e um perímetro de irrigação à jusante nessa barragem. Um perímetro que vai começar em 20 mil hectares, mas que tem um potencial de crescimento em quase 60 mil hectares”, destacou o presidente da Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf), Marcelo Moreira.
✅Clique aqui para seguir o canal do g1 Grande Minas no WhatsApp
Vídeos do Norte, Centro e Noroeste de MG
Veja mais notícias da região em g1 Grande Minas.

você pode gostar

SAIBA QUEM SOMOS

Somos um dos maiores portais de noticias de toda nossa região, estamos focados em levar as melhores noticias até você, para que fique sempre atualizado com os acontecimentos do momento.

CONTATOS

noticias recentes

as mais lidas

Jornal de Minas © Todos direitos reservados à Tv Betim Ltda®